Minha paixão mais recente: Maglore

Estava esses dias na casa de um amigo e, enquanto todo mundo bebia, estávamos assistindo mtv. E comecei a prestar atenção nas bandas que passavam, afinal, sempre tem alguma coisa que pode chamar a atenção.

E fui anotando os nomes das bandas que gostava em um guardanapo, assim que cheguei em casa baixei músicas de cada uma delas, mas a que mais me chamou a atenção e a que mais gostei foi uma banda chamada Maglore.

Eles são uma banda de rock lá de Salvador. E aí, mais uma vez, a gente percebe o quanto as pessoas são tontas de achar que rock é uma coisa do sudeste. (Jornalistas tontos, parem de perguntar para a Pitty como é fazer rock na Bahia e vão procurar escutar rock, meus filhos).

Bom, a Maglore me encantou pela pegada indie, inicialmente. E, em segundo lugar, pelo clipe lindíssimo que eu assisti na MTV. Que foi o da música “Demodê”.

Quando parei para ouvir a música com atenção (e sem tanto volume de álcool no sangue), percebi algo que me fascinou: a letra. Gente, que letra mais linda. E ela é cantada de uma forma que encaixa, que faz sentido com o que está sendo cantado.

Tenho alguma implicação com bandas que cantam músicas animadas com letras extremamente tristes. Fico pensando que letra e música não batem. E isso é coisa bastante comum. Aí eu fico bem feliz quando ouço bandas que saem disso.

Uma coisa que gostei bastante da Maglore foi que eles falam que são rock e são rock mesmo. Porque a gente tá cansado de ouvir que alguma coisa é rock e parar pra ouvir e ser pop, reggae, o caralho a quatro que definitivamente não representa nada do bom e velho rock.

E, procurando no youtube, vi que eles são uma banda boa não só no disco, mas são bons ao vivo também. Outra coisa que é tão rara de encontrar.

Vale lembrar que não só a letra de “Demodê” é linda, mas que todas as músicas deles são bastante trabalhadas nesse sentido (e também no próprio sentido música).

E, quando ouço uma banda boa em todos os sentidos, fico feliz, extremamente feliz. Gente que ama música e que sabe fazer música, se dedicando a isso com o empenho necessário para um bom trabalho é sempre encantador.

Me encanto com esse rock com sotaque, bem produzido, com letras belas, com amor e, como estava bem desencantada com as bandas de rock que ouvia, a Maglore veio na hora certa, na hora que eu precisava. E, tenho certeza, eles não vão sair tão cedo do meu radinho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s